FISIOTERAPIA

Fisioterapia é a ciência que estuda, diagnostica, previne e recupera pacientes com distúrbios cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano.

É tão antiga quanto o homem. Surgiu com as primeiras tentativas dos ancestrais de diminuir uma dor esfregando o local doloroso e evoluiu ao longo do tempo com a sofisticação, principalmente, das técnicas de exercícios terapêuticos. Trabalha com doenças geradas por alterações genéticas, traumas ou enfermidades adquiridas.

A Fisioterapia como profissão nasceu em meados do século XX, quando as duas guerras mundiais causaram um grande número de lesões e ferimentos graves que necessitavam de uma abordagem de reabilitação para reinserir as pessoas afetadas novamente em uma vida ativa. Inicialmente executada por voluntários nos campos de batalha. A Fisioterapia acompanhou as grandes mudanças e transformações do século XX e os profissionais que a desempenhavam souberam agregar novas descobertas e técnicas às suas práticas, sofisticando e desenvolvendo uma ciência própria e um campo específico de atuação, independente das outras áreas da saúde.

Fundamentada na anatomia, fisiologia, bioquímica, fisiopatologia, fisiologia do exercício, física, e cinesiologia (estudo do movimento), esta é uma ciência que visa o estudo das funções e disfunções dos órgãos e sistemas que afetam o movimento e a funcionalidade humana, para assim suportar as intervenções terapêuticas baseadas no movimento, no exercício físico, nos agentes físicos e na eletroterapia, entre outros.

A Fisioterapia é prestada em circunstâncias em que o movimento e a função são ameaçados pelo envelhecimento, lesões, dor, doenças, distúrbios, condições ou fatores ambientais e com a compreensão de que o movimento funcional é central para o que significa ser saudável.

O foco da intervenção da Fisioterapia é o movimento e a disfunção do movimento e a sua utilização nas mais diversas atividades humanas, ao longo de todo o ciclo de vida. A intervenção pode ser dirigida à pessoa nas mais diversas condições de saúde. A intervenção comunitária e junto de grupos de pessoas assume cada vez mais relevância na promoção da saúde, seja nos locais de trabalho, nas escolas, em vários grupos populacionais ou condições de saúde, mas especialmente, em programas de proteção contra quedas, programas de promoção da mobilidade e de promoção da atividade física.
A utilização do movimento e do exercício terapêutico ou exercício clínico é a sua ferramenta principal, suportada ainda no conhecimento, domínio e utilização dos agentes físicos, da eletroterapia, entre outros recursos que potenciam a recuperação do movimento e a redução da dor.

O objetivo desta área é preservar, manter, desenvolver ou restaurar (reabilitação) a integridade de órgãos, sistemas ou funções. Recorre ao conhecimento e a recursos próprios como parte do processo terapêutico nas condições psico-físico-sociais para promover a melhoria de qualidade de vida.

Fisioterapia Ortopédica:
Pós cirurgicos; Torcicolos; Escolioses; Tendinites; Fraturas; Entorses…

Fisioterapia Neurológica:
AVC; Paralisia Cerebral; Doença de Parkinson; Esclerose Múltipla…

Fisioterapia Pediátrica:
Bronquiolite; Torcicolo congénito; Pé Boto…

Fisioterapia Dermatomo Funcional:
Pré e Pós cirúrgico de cirurgia estética; Celulite, Cicatrizes.

New Account Register

Already have an account?
Log in instead ou Reset password